Compartilhe
Ir em baixo
Admin
Mensagens : 113
Data de inscrição : 15/08/2018
Ver perfil do usuáriohttp://sisuniversity.forumeiros.com

Capítulo 9 - Contrastes Econômicos e Sociais do Mundo Contemporâneo

em Sex Ago 17, 2018 1:22 pm
Capítulo 9 - Contrastes Econômicos e Sociais do Mundo Contemporâneo


Países desenvolvidos e Países em desenvolvimento





De uma forma geral, os países desenvolvidos, também designados ricos, do Norte ou industrializados, à exceção da Austrália e da Nova Zelândia,localizam-se no hemisfério norte, enquanto os países em desenvolvimento, também designados do sul ou pobres ou do Terceiro Mundo, se localizam no hemisfério sul.



Nos Países desenvolvidos, a industrialização começou em finais do séc. XVIII e caracterizam-se pela existência de boas infraestruturas produtivas (nos quais a maioria da população se dedica a atividades dos setores terciário e secundário), pela existência de boas redes de transporte e de telecomunicaçoes. Os níveis de instrução e de qualificação profissional são elevados e a maior parte da população tem acesso a cuidados de saúde, serviços de educação e de segurança social de qualidade e o nível médio de rendimento é, de um modo geral, elevado.

Nos Países em Desenvolvimento a industrialização foi tardia, tendo começado na 2ª metade do séc. XX, onde a maior parte da população se dedica a atividades do setor primário (agricultura tradicional, pesca artesanal,...). Nestes países uma grande percentagem da população apresenta um nível de rendimento muito baixo, com profissões de fraca qualificação,encontra maiores dificuldades no acesso a água potável, problemas de alimentação, qualidade habitacional e também não dispõe de cuidados médicos ou de uma educação de qualidade, São países que enfrentam ainda problemas ao nível da segurança, do respeito pelos direitos humanos e ao nível ambiental. Verifica-se ainda, em muitos países, um forte êxodo rural e movimentos migratórios dos países do Sul para os países ricos do Norte.

Muitos deles enfrentam ainda crises humanitárias (pela privação de alimentação, abrigo, pela existência de riscos à saúde, privação à segurança ou ao bem-estar). Conflitos armados (guerras entre países ou guerras civis), epidemias, crise alimentar (decorrente de secas ou pragas) ou catástrofes naturais ( terremotos, inundações, tsunamis) presentes em muitos destes países como Serra Leoa, Sudão,Níger, Nigéria, Mali, Somália, Síria...) ajudam a agravar a situação precária em que se encontram.

Estes contrastes refletem o grau de crescimento económico e o grau de desenvolvimento dos países. Os países apresentam níveis de satisfação das necessidades básicas da população muito diferentes. Os principais obstáculos ao desenvolvimento prendem-se com a dificuldade de conseguir por em prática os direitos humanos, de acabar com a pobreza e de eliminar a diferença entre países pobres e ricos.



Para estudar a diferença entre PD e PED e para os compararmos em termos de crescimento e desenvolvimento, recorremos a diversos indicadores.


Indicadores compostos - incluem um determinado conjunto de indicadores simples considerados representativos, tentando-se abranger aspetos diversificados da realidade, de modo a melhor poder comparar/caracterizar diversas realidades a nível mundial.


Exemplos de indicadores compostos



Índice de Desenvolvimento Humano (IDH): dá a conhecer, de forma circunstanciada, os valores dos três componentes do IDH: longevidade, educação (com dois indicadores) e rendimento.

Índice de Desenvolvimento Humano Ajustado à Desigualdade (IDHAD): O IDHAD vai mais longe do que as realizações médias em matéria de saúde, educação e rendimento de um país, refletindo a distribuição dessas realizações entre os residentes. O IDHAD pode ser interpretado como o nível de desenvolvimento humano quando a desigualdade é tomada em consideração.

Índice de Desigualdade de Género (IDG): apresenta uma medida composta da desigualdade de género recorrendo a três dimensões: saúde reprodutiva, capacitação e participação no mercado de trabalho. Saúde reprodutiva é medida por dois indicadores: a taxa de mortalidade materna e a taxa de fertilidade adolescente. A dimensão da capacitação é medida pela percentagem de assentos parlamentares detidos por cada sexo, bem como pela percentagem da população, dividida por homens e mulheres, que concluiu o ensino secundário e superior. A dimensão do trabalho é medida pela participação das mulheres e dos homens na força de trabalho. Um baixo valor de Índice de Desigualdade de Género indica uma reduzida desigualdade entre mulheres e homens, e vice-versa

Índice de Pobreza Multidimensional (IPM): regista as múltiplas privações que as pessoas enfrentam em matéria de níveis de educação, saúde e vida. O Índice de Pobreza Multidimensional (IPM) mostra simultaneamente a incidência da pobreza multidimensional não relacionada com o rendimento (uma contagem per capita das pessoas em situação de pobreza multidimensional) e da sua intensidade (o número relativo de privações sobrepostas que as pessoas sofrem). Com base nos limiares de intensidade, as pessoas são classificadas como quase pobres, multidimensionalmente pobres e em situação de pobreza grave, respetivamente. Inclui-se o contributo das privações verificadas em cada uma das dimensões para a pobreza total.


HAVERÁ DESENVOLVIMENTO SEM CRESCIMENTO ECONÓMICO? E O CONTRÁRIO SERÁ POSSÍVEL?



COMO SE MEDE O CRESCIMENTO E O DESENVOLVIMENTO?



Crescimento

O crescimento económico corresponde ao aumento de riqueza de um país, ou seja, ao aumento da quantidade de bens e serviços produzidos numa sociedade num determinado espaço e período de tempo.



-É um fenómeno de natureza quantitativa

-traduz-se na produção de bens e serviços

-avaliado por indicadores económicos como o PIB e PNB, o consumo de energia por habitante, a percentagem de população por setor de atividade

-não avalia o modo como a riqueza é utilizada para melhorar as condições de vida da população




Produto Interno Bruto (PIB): valor total de bens e serviços produzidos dentro das fronteiras de um país, independentemente de serem realizados por nacionais ou estrangeiros. PIB per capita - Produto Interno Bruto por habitante.

Produto Nacional Bruto: total de bens e serviços produzidos pela população nacional, no país ou no estrangeiro, durante, normalmente, um ano. Inclui as remessas dos nacionais que se encontram no estrangeiro e exclui o que a população estrangeira produz nesse país.

O consumo de energia reflete a situação económica de um país e o seu nível de industrialização.


O crescimento económico pode traduzir-se numa melhoria do nível de vida mas não beneficia todos os seres humanos de igual forma, assistindo-se a um agravamento das desigualdades sociais. Durante décadas muitos países orientaram a sua economia para este modelo de crescimento económico com o objetivo de aumentar a produção nos diversos setores de atividade, sobretudo na indústria. No entanto, uns países enriqueciam rapidamente e noutros registava-se um aumento do número de pobres, sem acesso a necessidades básicas (alimentação, saúde, educação, habitação).


Por exemplo, países exportadores de petróleo, como o Iraque, registam grande crescimento económico mas que está concentrado nas classes dominantes da sociedade, não havendo ainda um justa repartição da riqueza pela população.



Pode existir crescimento económico sem desenvolvimento, mas nunca desenvolvimento sem crescimento económico.



O crescimento económico é um meio para alcançar o desenvolvimento que pressupõe uma justa repartição da riqueza económica pela população.





Desenvolvimento



Só se pode falar em desenvolvimento se a riqueza for utilizada no beneficio de toda a população, refletindo-se na melhoria do seu nível de vida, na qualidade de vida e de bem-estar da população.

Devem considerar-se três principios básicos associados ao conceito de desenvolvimento.

- acesso de toda a população a um grau mínimo de satisfação das necessidades básicas;

- igualdade de oportunidades entre os indivíduos, independentemente da sua etnia, sexo, classe social ou região de origem;

- independência na tomada de decisões relativas ao desenvolvimento, não dependendo de modelos impostos do exterior.



-É um fenómeno de natureza qualitativa

-Mede-se pelo grau de satisfação das necessidades básicas de uma população, de modo a promover o seu bem-estar

- Considera o modo como a riqueza é utilizada para melhorar as condições de vida da população

Desenvolvimento sustentável



O rápido crescimento demográfico, a delapidação dos recursos naturais e a degradação ambiental, levantaram a questão da necessidade de promover um desenvolvimento sustentável.

O desenvolvimento sustentável procura satisfazer as necessidades presentes sem comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO



Para medir o desenvolvimento utiliza-se o IDH, criado pela ONU, no âmbito do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento)

O valor numérico aplicado a cada país varia entre 0 e 1, expresso em milésimas, com atualizações anuais.



Os países são classificados em quatro grupos:

Grupo que regista um desenvolvimento humano muito elevado – IDH superior ou igual a 0,800;

Grupo que regista um desenvolvimento humano elevado –Valores de IDH entre 0,700 e 0,799;

Grupo que regista um desenvolvimento humano médio - Valores de IDH entre 0,550 e 0,699;

Grupo que regista um desenvolvimento humano baixo – Valores de IDH inferiores a 0,550.


O valor do IDH não é quantitativo mas qualitativo, correspondendo ao grau de desenvovimento.





Contrastes na distribuição do IDH


O IDH varia bastante de região para região.

Os países da América do Norte (EUA e Canadá), do sul da América do Sul (Chile e Argentina) da Europa do norte e centro e alguns países do sul, da Ásia (Japão, Coreia do Sul e alguns países da Península Arábica – Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos), Austrália e Nova Zelândia apresentam um IDH muito elevado.

Os países da África Subsariana e central e o Iémen, assim como países asiáticos como o Afeganistão, Paquistão, Nepal, Mianmar, Papua-Nova Guiné e Ilhas Salomão

Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum