Compartilhe
Ir em baixo
Admin
Mensagens : 113
Data de inscrição : 15/08/2018
Ver perfil do usuáriohttp://sisuniversity.forumeiros.com

Capítulo 13 - Àsia

em Sex Ago 17, 2018 1:09 pm
Capítulo 13 - Àsia

A Ásia é o maior continente, tanto em área (chega a quase um terço de todas as terras emersas do nosso planeta) como em população, onde habitam aproximadamente 4 050 404 000 bilhões de habitantes, número que supera quase 50% da população do mundo, o que corresponde a 70 habitantes por quilômetro quadrado, aproximadamente três vezes maior que a densidade média da Terra.

Note que numa área que equivale a um quarto do território asiático, habitam 90% dos povos do continente, como nas planícies, principalmente as irrigadas pelas monções, onde as grandes cidades possuem densidades demográficas altíssimas. Por outro lado, dois quintos do território são praticamente desabitados, abrigando 3% ou 4% da população total, como na Mongólia, a mais baixa densidade demográfica do planeta.

O continente asiático detém uma formação geográfica muito variada. Assim, temos o monte Everest, ponto mais alto do planeta, localizado na fronteira China-Nepal, enquanto as terras baixas de aluvião e de litoral estendem-se até encontrarem as grandes formações planálticas com cordilheiras muito altas, das quais as montanhas de maior altitude estão localizadas na cordilheira do Himalaia.

Por outro lado, o relevo asiático é assinalado por seus contrastes de extremidade altimétricas, como o Himalaia, Pamir e Tibete, onde se localizam as altitudes máximas do globo terrestre e as maiores depressões, como o Mar Morto.

Enfim, são encontradas algumas das montanhas mais altas do mundo, os rios mais extensos, os maiores desertos, planícies e platôs, as selvas e florestas mais densas.

As nações asiáticas possuem diversos sistemas de governo, como os comunistas na China e Coreia do Norte, os monarcas governantes dos reinos da Arábia Saudita e a Tailândia, os xeiques do Reino do Barein, do Estado do Catar e dos Emirados Árabes Unidos, os países democráticos como Israel e Japão ou o sultanato dos nove estados malaios.

O povo é enormemente diferente em árvores genealógicas, práticas ou comportamentos habituais, idiomas, crenças de religião.Assim, o chinês (a língua mais falada do mundo), o árabe, o malaio-indonésio, o japonês e, na Índia, o hindi-urdu e o bengali, são algumas das muitas línguas faladas na Ásia, enquanto do ponto de vista religioso foi o berço das mais importantes religiões do Mundo: o Judaísmo e o Cristianismo foram fundados na Palestina; o hinduísmo e o budismo, tiveram início na Índia; e o Califado islâmico e outros Estados muçulmanos tomaram o Oriente Médio a partir do século VII.

Da população asiática, podemos dizer que é formada de povos de raça amarela, contudo, calham grandes distinções físicas, linguísticas e culturais entre eles. Há também outros troncos étnicos, como o negro e o branco, predominantes no sudeste do continente (Oriente Médio).

Divisão da Ásia em regiões
Oriente Médio
Subcontinente indiano
Sudeste asiático
Centro-leste
Extremo Oriente
Parte asiática da Comunidade de Estados Independentes.
Países que fazem parte da Ásia
Os países da Ásia são: Afeganistão, Arábia Saudita, Armênia, Azerbaidjão, Bahrein, Bangladesh, Brunei, Butão, Camboja, Cazaquistão, China, Chipre, Singapura, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Filipinas, Geórgia, Iêmen, Índia, Indonésia, Irã, Iraque, Israel, Japão, Jordânia, Kuwait, Laos, Líbano, Maldivas, Malásia, Mongólia, Mianmar, Nepal, Omã, Palestina, Paquistão, Qatar, Quirguistão, Rússia, Síria, Sri Lanka, Tadjiquistão, Tailândia, Taiwan, Timor-Leste, Turcomenistão, Turquia, Uzbequistão e Vietnã.

As cidades mais populosas da Ásia
Mumbai ou Bombaim na Índia (18,3 milhões), Calcutá na Índia (14,7 milhões) e Xangai na China (17,1 milhões) e Tóquio no Japão (12,3 milhões de habitantes).

Colonização e História da Ásia
O termo Ásia seria uma referência a uma das ninfas da oceânida, mais conhecida como Clímene. Antigamente, o termo Ásia servia para designar a atual Ásia Menor (Anatólia) que por sua vez, pode ser derivado do acádio (w)aṣû(m), que significa "subir", "sair", com respeito ao nascer do sol. Sua história, porém, pode ser entendida como a que narra o surgimento do leste asiático, da Ásia meridional e do Oriente Médio.

A civilização asiática teve início há mais de 4 000 anos e seu povo fundou as cidades mais antigas, assim como foram os fundadores de todas as religiões mais relevantes do mundo.Não obstante, cada uma daquelas regiões desenvolveu uma civilização ao longo de vales férteis de rios, enquanto a estepe era habitada por nômades a cavalo que, a partir delas, alcançavam qualquer parte do continente asiático.

Entretanto, a Cáucaso, os Himalaias, o deserto de Karakum e o deserto de Gobi representavam barreiras que os cavaleiros das estepes dificilmente atravessavam. Por conseguinte, muitas civilizações antigas foram influenciadas pela famosa Rota da Seda, que ligava a China, a Índia, o Oriente Médio e a Europa.

Por sua vez, as nações do Oeste da Europa conquistaram territórios na Ásia entre os séculos XVI e o XIX. Assim, as maiores potências europeias apossaram-se de partes da Ásia, como a Índia britânica, a Indochina francesa e Macau e Goa, que estiveram sob autoridade portuguesa.

Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), o continente asiático foi transformado no centro das batalhas entre países que adotam o comunismo como aparelho de governo e países que utilizam o capitalismo como preceito econômico.

Economia
Na Ásia existem países desenvolvidos, como Japão, Coreia do Sul, Israel, Singapura ou Taiwan, que despontam níveis de prosperidade econômica e qualidade de vida comparáveis aos da Europa ou da América Anglo-Saxônica. Por outro lado, todo o continente distingue-se por exibir populações muito pobres, em contraste com elites detentoras de enormes riquezas.

Indústria
A maior economia na Ásia, em termos de produto interno bruto (PIB), é a China, seguida da Índia e Japão. Contudo, pelo critério do PIB nominal o Japão é considerado a maior economia asiática e a segunda maior do mundo. Esse país foi, durante muito tempo, o mais industrializado dos países asiáticos, o qual se destacou na fabricação de navios, automóveis e produtos elétricos e eletrônicos de alta tecnologia.

Na China, o parque industrial tem-se destinado à fabricação de itens essenciais ao mercado interno. Apenas a partir de meados da década de 1970 a economia chinesa deu início, de fato, a produção voltada para exportação. A Índia, em seu turno, utiliza sua produção agrícola e as riquezas minerais para abastecer suas indústrias têxteis, alimentícias, siderúrgicas e metalúrgicas. Já na região oriental da Rússia, encontramos muitos centros de indústrias de base.

Agricultura
A atividade econômica mais importante em termos quantitativos em todo o continente é a agricultura, especialmente o cultivo do arroz na região atingida pelas monções e, mais ao norte, o trigo; em áreas menos férteis, é possível produzir cevada, milho e outros cereais. Merece destaque também os cultivos de fumo, chá, juta, algodão, pimenta e borracha.

Pecuária
A China é a maior produtora de animais pequenos (primeiro produtor mundial de suínos, o terceiro de ovinos e o quinto de bovinos). Na Índia, encontramos o maior numero de gado bovino do mundo, contudo, devido a crenças religiosas, não se consome aquele rebanho.

Mineração
Dentre os países produtores de minerais, fazer jus a destaque à China, grande produtora e consumidora de petróleo, carvão, ferro, chumbo, zinco e mercúrio. Também a Índia é excepcional por suas reservas de ferro, carvão, mica e manganês, além de sua ampla produção de petróleo, apesar de não alcançar a dos países do Oriente Médio, que produzem mais de 30% do total do petróleo extraído no Planeta.

Fauna, Flora e Clima
A amplitude territorial da Ásia promove diferenças de latitude, apresenta regiões de baixas e elevadas altitudes e possuem a grande influência das massas de ar e da continentalidade/maritimidade, o que promovem no continente uma boa multiplicidade de tipos de clima e de formações vegetais.

Assim, na planície Siberiana, por exemplo, começam a surgir formações de tundra. Seguindo rumo ao sul, teremos uma região coberta pela taiga. Já nos arquipélagos situados na Ásia Meridional, encontramos florestas equatoriais e tropicais. A ocorrência de florestas temperadas será frequente nas regiões do Extremo Oriente enquanto a vegetação xerófita será comum nas áreas desérticas ou semi-áridas do continente.

Por ser formada a partir de uma extensão continental enorme, a Ásia completa espaços de todas as áreas de clima do hemisfério setentrional: equatorial, tropical, temperada e polar. Nas terras situadas no extremo norte prevalece o clima polar, que vai se tornando mais aprazível em direção ao sul.

O centro do continente, por situar-se afastado de influências marítimas, bloqueia-se a passagem dos ventos oceânicos carregados pelo clima temperado continental, alternando assim verões de temperaturas elevadas com invernos muito frios. Já o temperado oceânico, suporta variações em função da altitude do relevo, da latitude e da interioridade.

Mais para o sul, à traseira das grandes cordilheiras, que bloqueiam a entrada dos ventos úmidos do oceano, encontram-se vastas extensões sobrepujadas por clima semi-árido e clima árido, formando uma extensa faixa de desertos. Contudo, o principal fenômeno climático da região é o tropical de monções, com violentas chuvas durante o verão.

Assinala-se pela atividade dos ventos, conhecidos como monções, que se precipitam do Índico e do Pacífico para o continente durante o verão, e do interior da Ásia para esses oceanos durante o inverno. Tanto as chuvas fartas da região influenciada pelos climas equatorial e tropical quanto a grande abundância de neve derretida das altas montanhas beneficiam a existência de grandes rios, que cruzam em quase todas as direções do continente asiático. Deles, os principais são: Rio Yangtzé, na China; Bramaputra e o Ganges na Índia; o rio Indo, no Paquistão e; no golfo Pérsico, o Tigre e o Eufrates.

Por fim, vale lembrar que nas regiões de montanhas, em razão da altitude, encontraremos temperaturas muito baixas, independentemente de sua localização geográfica.

Curiosidades
A Ásia contém a maioria dos desertos da Terra: da Arábia (Arábia Saudita), da Síria, de Thal (Paquistão), do Thar (ou Grande Deserto Indiano), de Lut (ou deserto do Irã), de Gobi (Mongólia), de Taklamakan (China), Karakum (Turcomenistão), Kerman (Irã), da Judeia (Israel), de Negev.
A Ásia contém 11 fusos horários.
Os asiáticos também foram os inventores do papel, da pólvora, da bússola e da prensa (impressora).
Os principais blocos comerciais da Ásia são: Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (APEC), Reunião Econômica Ásia-Europa, Associação de Países do Sudeste Asiático (ASEAN), Acordos de Estreitamento das Relações Econômicas e Comerciais (da China com Hong Kong e com Macau), Comunidade de Estados Independentes (CEI) e Associação Sul-asiática para Cooperação Regional (SAARC).
Os chamados "Tigres Asiáticos" (Coreia do Sul, República da China, Singapura e Hong Kong) são as maiores potencias econômicas e financeiras do continente.
No continente asiático, a população urbana é de 40% enquanto a população rural é de 60%.
A Ásia possui 44 países independentes.
As principais religiões do continente asiático são: Muçulmanos (21,9%) e Hinduístas (21,5%).
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum